Uma casa segura para os idosos: o essencial

 
Meus pais viveram juntos a vida toda, primeiro em sua casa, depois em um apartamento e mais tarde dentro de uma comunidade de idosos. Mas no ano passado, quando meu pai, com Alzheimer, teve de receber cuidados especiais, minha mãe octogenária precisou viver sozinha pela primeira vez.

Ela não é a única a enfrentar uma mudança de vida já em idade avançada. Para os milhões de idosos nos Estados Unidos (uma população que deve crescer de cerca de 58 milhões para cerca de 88 milhões em 2050), as transições de vida, como a viuvez, a doença do parceiro ou a mudança para uma casa menor depois de décadas, podem ser um grande desafio. Uma maneira de facilitar o ajuste é garantir que qualquer nova casa seja confortável, segura e adaptável às limitações físicas.

Confira as dicas aqui

Comentários