Preconceito com a velhice na inteligência artificial pode afetar seriamente a saúde dos idosos, diz OMS

 
Preconceitos embutidos em sistemas de inteligência artificial (IA), cada vez mais usados na área da saúde, correm o risco de aprofundar a discriminação contra os idosos, alertou a Organização Mundial da Saúde (OMS). Segundo a agência de saúde da ONU, as tecnologias de IA têm um enorme potencial para melhorar o atendimento aos idosos, mas também apresentam riscos significativos.

“A codificação de estereótipos, preconceitos, discriminação e idadismo na tecnologia de IA, ou sua manifestação em seu uso, podem minar a qualidade dos cuidados de saúde para idosos”.

Comentários