Hospital de Curitiba usa realidade virtual para tratar idosos internados

 

Em seu quarto de hospital, Reinaldo Bajerski, 56, pedala na bicicleta ergométrica enquanto observa paisagens de montanha. Recém-saído da UTI (Unidade de Terapia Intensiva), onde esteve internado por uma semana, no Hospital do Idoso Zilda Arns, em Curitiba, ele faz a terceira sessão de um tratamento com óculos de realidade virtual.

"Consigo me transportar para fora do hospital", diz Reinaldo, que se recupera de complicações causadas pela covid-19. Enquanto pedala e executa os exercícios propostos pela equipe de fisioterapia, ele se vê, por meio dos óculos, pedalando em paisagens paradisíacas —além das montanhas, ele pode escolher observar cenários virtuais de praia, um oceano repleto de golfinhos ou uma fazenda, por exemplo. "Sinto uma sensação de liberdade, de ver a vida novamente", relata.

Leia esse artigo completo

Comentários