Novas tecnologias em aeroportos para melhorar a acessibilidade

Viajar é ótimo, mas todos concordam que a rotina para o embarque no aeroporto é cansativa e desgastante. Imagine como as dificuldade podem ser aumentadas quando o passageiro tem algum tipo de problema de mobilidade?
Veja um resumo do que está sendo implantado de tecnologias acessíveis nos aeroportos do mundo.

Os óculos inteligentes Aira e um aplicativo móvel conectam o usuário com baixa visão a um agente humano que pode ver o ambiente ao redor do usuário em tempo real.
Óculos inteligente Aira

Os aeroportos de Houston e Memphis, em Seattle, introduziram o uso de óculos inteligente associado a um aplicativo móvel, que conectam passageiros com deficiência visual a funcionários certificados para ajudar em cada etapa de acesso ao aeroporto, da entrada ao portão de embarque.
A tecnologia é remota, onde o agente pode ver o que está no campo de visão do usuário em tempo real. O agente narra o caminho no aeroporto e ajuda na realização de uma série de tarefas - desde a visualização de uma placa de informações do voo, a localização da fila no ponto de controle de segurança, a verificação de sua bagagem no check-in e até as opções de restaurantes locais.
Já na Europa, no aeroporto de Gatwick, Inglaterra, que também introduziu o serviço para teste, o aplicativo interage com a câmera do celular do usuário (ao invés de um óculos dedicado).


Incorporando elementos robóticos, essas cadeiras de rodas, desenvolvidas pela All Nippon Airways (ANA) e pela Panasonic, poderão navegar com segurança pelo aeroporto de forma independente, tornando-as uma solução de mobilidade ideal para passageiros com voos de conexão.
Cadeira de rodas autônoma




Em Tóquio, o aeroporto fez uma parceria com a Panasonic para testar a nova geração de cadeiras de rodas elétricas autônomas, para aumentar as opções de mobilidade e acessibilidade local. O equipamento é capaz de detectar e evitar de forma independente pessoas e obstáculos no caminho. Os elementos inteligentes e a adaptabilidade desta cadeira facilitam os passageiros a alcançarem suas conexões a tempo. 


A United Airlines foi premiada com o Crystal Cabin Award de Entretenimento e Conectividade da Inflight pela sua abrangente solução Entertainment for All, que recentemente estreou na frota da companhia aérea 787-10 Dreamliner.
Central de entretenimento da United Airlines

Uma nova interface de entretenimento a bordo, considerada a mais acessível até o momento, possibilitou à United Airlines receber um prêmio na categoria da aviação em 2019.

O sistema oferece um amplo conjunto de recursos de acessibilidade para entretenimento, que se adapta para qualquer nível de visão e oferece suporte para clientes com problemas de audição e mobilidade. Alguns dos recursos incluem: conversão de texto em fala, recursos de toque, incluindo ampliação da tela, tamanho de texto personalizável, opções de texto em alto contraste, opções de correção de cor, mensagens para deficiêntes auditivos e opções adicionais de navegação para mobilidade reduzida.
Desde 2017 a Virgin Atlantic lançou uma plataforma acessível para oferecer entretenimento de bordo para passageiros com deficiência visual em voos que atendem destinos na América do Norte, Caribe, África, China, Índia e Oriente Médio. Foi a primeira plataforma que trouxe soluções com controles e menus mais fáceis, legendas ocultas e conteúdo descrito em áudio.


O Aeroporto de Edimburgo está testando atualmente um serviço de pedidos móveis, permitindo que os passageiros com mobilidade reduzida solicitem alimentos e bebidas com facilidade.
Aeroporto de Edimburgo testa aplicativo para pedidos móveis

No início de 2019 o aeroporto de Edimburgo investiu em uma nova tecnologia de vídeo para proporcionar melhor contato entre passageiros com mobilidade reduzida e funcionários. O aeroporto investiu em postos de atendimento localizados em pontos críticos, como estacionamento, desembarque, área de transportes, etc. Também estão testando um serviço de pedidos móveis, permitindo que passageiros com mobilidade reduzida solicitem alimentos e bebidas com mais facilidade.


Consulte um arquiteto especialista em acessibilidade e garanta segurança e independência em sua residência.








Comentários