Cresce a oferta de eventos sobre o envelhecimento saudável

Que a média de idade da população brasileira está avançando, não é novidade, mas o crescente aumento de eventos que tratam deste assunto, isto sim, é uma grande novidade.
No primeiro semestre de 2017 pude acompanhar algumas palestras e discussões sobre longevidade, mas ainda não eram os temas centrais das discussões. Em eventos variados, sempre havia uma ou outra palestra que alertava para um mercado novo e crescente que necessitaria em breve de produtos e soluções específicos.
Já no segundo semestre, foram lançados vários eventos onde o tema central é a longevidade e, consequentemente, o estudo das necessidades deste público, ávido por novidades.

Este é o momento de toda sociedade repensar soluções para o envelhecimento saudável.

Alguns estudos apresentados apontam que até 2025 o Brasil terá mais de 31 milhões de pessoas com mais de 61 anos. As demandas que virão, devem envolver todas as áreas de conhecimento, desde a seguridade social e assistência de saúde até o planejamento urbano, oportunidades educacionais e o mercado de trabalho.

Na semana passada tivemos dois eventos promovido pela ILC.
Um deles, aconteceu em São Paulo no dia 17 de outubro. O Simpósio Internacional da Longevidade, teve como principal objetivo, compartilhar as inovações, experiências e avanços do conhecimento sobre o papel da resiliência em enfrentar os desafios consequentes da longevidade. O V Fórum Internacional da Longevidade aconteceu nos dias 19 e 20 de outubro, mas na cidade do Rio de Janeiro, com o tema: A Construção da Resiliência ao Longo do Curso da Vida. Estes dois eventos tiveram palestrantes nacionais e internacionais que trouxeram suas vivências, reflexões e experiências para o debate.

No próximo dia 09/11 o SECOVI promove o I Fórum de Morada para a Longevidade. O evento propõe discutir como iremos morar aos 80, 90, 100 anos de idade. Levantando um debate sobre o futuro da habitação para esse segmento e apresentando alguns projetos inovadores residenciais para sênior no Brasil, EUA e Europa.
"Ao mesmo tempo em que envelhecemos, continuamos produtivos até mais tarde e queremos ser protagonistas em nossa maneira de viver. Queremos planejar como iremos morar pelas décadas que virão".

Já em meados de novembro, a Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, juntamente com o Instituto de Assuntos Avançados – Polo Ribeirão Preto, promove o II Congresso Brasileiro de Gerontecnologia.
As entidades promotoras buscam discutir as novas oportunidade de pesquisas, serviços, produtos e políticas de desenvolvimento que possam apoiar a pessoa que envelhece e chega à idades avançadas.
Este congresso pretende divulgar os estudos na área de Gerontecnologia que possam oferecer soluções para os problemas que afetam a qualidade de vida e a gestão de recursos em todos os domínios de vida relevantes para as pessoas idosas e enfatizar os benefícios da tecnologia para um envelhecimento bem sucedido, ativo e saudável ao longo da vida.

《《《《《        》》》》》

Inscreva-se no grupo Filhos Atentos, no Facebook, e participe da comunidade que reconhece no cuidado do ente querido uma grande responsabilidade, carregada de emoção e alegria!




Para os idosos, uma casa inteligente pode ser sinônimo de maior liberdade

Comentários