Mais de 60% dos idosos norte-americanos sonham com o envelhecimento saudável em suas próprias casas

Uma das empresas de pesquisa de mercado norte-americana, a Parks Associates, lançou mais um resultado sobre o mercado de consumidores 65+. A grande maioria deste grupo consumidor tem como principal objetivo o envelhecimento saudável, acompanhado de uma vida financeira independente, conveniente e eficiente.


A empresa de pesquisa irá sediar a reunião anual de saúde conectada, no mês de agosto em San Diego, onde analistas e líderes do mercado discutirão estratégias para projetar e oferecer soluções em IoT e casas inteligentes que fornecerão monitoramento remoto em soluções de saúde, tecnologias residenciais e serviços para o envelhecimento saudável e independente, além de modelos inovadores de cuidados e conveniências para este público.

“A nova geração de idosos está enxergando o envelhecimento e a aposentadoria com grandes expectativas, e a casa é o lugar preferido para aproveitar esta fase da vida”, diz o diretor da pesquisa Harry Wang, Park Associates. “Traduzir esta expectativa para experiências de vida em sua própria casa que sejam acessíveis, inteligentes e saudáveis requer a colaboração de múltiplos setores da indústria que incluem saúde, segurança e tecnologias residenciais”.

Outra pesquisa feita com idosos 65+ revela seus principais interesses:

- 3 em cada 4 idosos enxergam a aposentadoria como aspecto mais importante desta fase;

- 70% deste público tem como objetivo uma vida saudável com o mínimo impacto de doenças;

- quase 60% desejam uma vida confortável e conveniente, em suas próprias casas, que maximize a sua qualidade de vida.

A IBM, AARP e Parks Associates encabeçam o grupo de empresas que estão empenhadas em trazer soluções para as necessidades dos idosos e boomers, para garantir independência, inserindo as necessidades de saúde nas casas inteligentes.

Para mais informações, visite www.connectedhealthsummit.com



Você poderá ver mais sobre este assunto em:

A vida real inspira idéias no mercado de longevidade

Para os idosos, uma casa inteligente pode ser sinônimo de maior liberdade

Quando reformar é melhor do que mudar de endereço








Comentários