Casa segura para o envelhecimento saudável

Os desafios enfrentados diariamente pelos idosos em suas residências são inúmeros. Devido ao processo de envelhecimento, as dificuldades vão desde problemas de visão, audição, diminuição do tato e olfato, da densidade óssea, equilíbrio, entre outras. O declínio crescente nessas funções cotidianas, dificultam as rotinas que antes eram feitas com facilidade.


Estudos recentes demonstram que 85% dos idosos não se prepararam para o processo de envelhecimento. Esta estatística é alarmante já que muitos desses riscos desnecessários, poderiam ser evitados com um bom plano para evitar acidentes.

Visando garantir o máximo de independência para que o idoso permaneça em sua casa, listamos a seguir algumas dicas, para prevenir alguns acidentes comuns, como: quedas, queimaduras, intoxicação por remédio ou alimentação.

Itens gerais:

- adquira um equipamento de alerta médico
- instale um sistema de segurança em casa
- reveja a necessidade de sensores de fumaça e vazamento de gás
- evite fumar na cama
- coloque antiderrapantes nos tapetes e passadeiras
- não deixe sapatos ou outros objetos no caminho
- ao comprar medicamentos, faça anotações grandes e legíveis com informações básicas sobre uso e frequência
- mantenha os aquecedores a uma distância segura de materiais inflamáveis
- reforce a orientação de não passar informações pessoais e dados bancários, ou fazer aquisições, para vendedores ao telefone ou internet, sempre verificar a origem, antes.

Segurança no banheiro

O banheiro tem alguns problemas específicos. Normalmente, é um local onde o idoso estará sozinho, e é possível que ninguém perceba que aconteceu um acidente. Neste caso, o uso de botões de chamada ou pingentes de alerta médico são bastante úteis.

- instalar barras de apoio em locais estratégicos
- sinalizar claramente as torneiras de água quente e fria
- usar apenas tapetes de borracha


Segurança da cozinha

A cozinha é um ambiente que traz riscos a qualquer um, seja criança, adolescente, adulto ou idoso, mas estes últimos devem aumentar os cuidados se vivem sozinhos. Os idosos devem lembrar que seus reflexos podem estar mais lentos, o que aumenta o risco de acidentes.

- os pisos devem estar sempre limpos e livres de objetos soltos
- a área de cocção deve estar muito bem iluminada
- os botões de liga/desliga dos aparelhos devem ter suas marcações realçadas
- facas e objetos perigosos devem ser armazenados devidamente
- atenção às roupas que se prendem nos móveis e objetos
- nunca saia da cozinha se houver uma panela no fogo


Se estas regras de segurança forem seguidas com regularidade, se tornará um hábito, o que será fundamental para o envelhecimento saudável!


Veja outros temas de interesse:









Comentários