Longevidade: é inevitável preparar a sua casa para o futuro



Falar do nosso próprio envelhecimento é muito difícil, mas vamos lá!

Você tem hoje 30, 40, 50 anos e ainda se sente como se tivesse 20.

Partindo de um ponto de vista bastante otimista, você ainda terá várias décadas de vida saudável pela frente. A questão, então, é garantir que você tenha qualidade de vida independente da faixa etária na qual esteja e, talvez este seja o momento certo para começar a pensar no futuro.

Que tal se conscientizar e programar que a compra da próxima casa ou a reforma do atual apartamento já tenha princípios fundamentais de acessibilidade, visando o envelhecimento com qualidade.

É muito mais fácil e confortável tomar estas decisões enquanto a saúde mental e física estão em perfeitas condições, e enquanto podemos escolher os produtos e soluções que mais nos darão suporte na velhice.

Definições simples que devo prever na minha casa para o futuro:

- portas e corredores largos (que passe uma cadeira de rodas ou andador com tranquilidade);

- ausência de escadas ou que estas sejam largas e confortáveis (que facilitem a instalação de equipamentos para vencer os degraus);

- corrimãos seguros e resistentes em corredores e escadas;

- banheiros em um único nível (sem degraus e desníveis);

- barras de segurança para apoio nas áreas de banho.

Ainda pensando no futuro devemos prever infraestrutura adequada para rede de internet wireless, pois as soluções voltadas ao monitoramento de saúde que estão surgindo no mercado são, em sua maioria, baseadas na tecnologia IoT (internet das coisas). Estes equipamentos compreendem leitores de status e sensores que tem seus dados enviados para servidores na nuvem e processam as ações a serem tomadas de forma totalmente remota. Portanto, pensar nos upgrades das redes wireless é uma necessidade.


Comentários